quarta-feira, 18 de março de 2009

Os dons dados por nosso Deus

Ora, a fé é a certeza de coisas que se esperam, a convicção de fatos que se não vêem.Entre os dons do Espírito Santo descrito pelo irmão Paulo em I Cor.12, nos mostrando a importância dos Dons Espirituais, que são 9, nós hoje destacaremos um dos Dons que estão classificados nos dons de Poder, este é o Dom de FÉ. Neste comentário sobre o Dom de Fé, iniciaremos o estudo do segundo trio dos dons descritos por Paulo .Assim como o Dom da palavra da sabedoria comanda os dons de revelação, a profecia os dons de elocução, o Dom de fé comanda os dons de curar e operação de milagres, que constituem o grupo denominado “ DONS DE PODER” .
Tanto assim que há estreita correlação entre este três dons, inclusive em seus aspectos visíveis. Há no entanto, a forma distinta de operação da cada um deles, o que estudaremos no tempo oportuno .“ Ora, a fé é a certeza de coisas que se esperam, a convicção de fatos que se não vêem” ( Hb 11:1 ) . È a segurança de plena vitória em qualquer adversidade. “ Pela fé ele , MOISÈS, abandonou o Egito e não ficou amedrontado pela cólera do rei; antes permaneceu firme como quem vê aquele que é invisível “ ( Hb 11:27 ) . FÈ é assunto tão abrangente, tão fundamental e de proporções tão indefinidas, que não julgaremos possível estabelecer seus limites como Dom do Espírito, pois vamos encontrar, aplaudidos por Jesus, os mais brilhantes exemplos de fé evidenciados por pessoas gentias (Ef2:11,12).Neste comentário, procuraremos estudar a matéria em seus aspectos mais distintos, em seus destaques mais notáveis, como descritos, no Novo Testamento. Há muito que estudar da Fé em seu caráter natural e Sobrenatural, em sua diversidade de operação, no seu modo de manifestar-se, e na sua intensidade na vida e ministério de diferentes pessoas. Com o desejo de tornar o mais claro possível o estudo sobre o Dom da Fé, enfocamos outras designações desta verdade, considerando que há três tipos de Fé como se seque :


FÉ Natural: O homem é obra prima do Criador, e foi dotado de possibilidades naturais de se comunicar com Deus pelo raciocínio. Mesmo ao homem perdido Deus tem provido de extraordinários recursos naturais. Entre esses, Deus lhe tem dado a FÉ ou capacidade de acreditar na existência do Criador nas coisas invisíveis. Com este tipo de FÉ, o homem pode crer acertada ou erradamente nas coisas espirituais. Pode crer mesmo sem obedecer ou seguir a Deus.A definição primária de FÉ natural é a capacidade que todo homem tem de crer num ser supremo. Isto pode Ter fundamento nas palavras de Paulo em Romanos cap. 1:19-20.

FÉ Comum : Aqui temos propriamente uma expressão bíblica. Paulo escreve : “Tito, meu verdadeiro filho, segundo a Fé comum” (Tt 1:4 ). Da Fé natural pode originar-se a fé comum, a Fé que possuem todas as pessoas regeneradas. É a Fé que tem a sua expressão verdadeira na vida de obediência e consagração a Deus. Esta é Fé que opera para a salvação (Jd 3 ). A respeito deste tipo de Fé, observaremos o seguinte:

1. Vem pela pregação da Palavra de Deus e traz à pessoa a graça salvadora ( Rm 10:17 ; Ef 2:8 ). A Fé comum começa com o reconhecimento da existência de Deus: “ De fato, sem Fé é impossível agradar a Deus, porquanto é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe e se torna galardoador dos que o buscam “ ( Hb 11:6 ). Esta Fé, se cuidadosamente alimentada, crescerá e se tornará mais e mais forte, até finalmente atingir os domínios do sobrenatural.

2. Mediante a oração no Espírito Santo, torna o caráter de “ Fé Santíssima “ , e torna-se a firmeza do crente ( Jd 20 ). Essa Fé não é especificamente a Fé que opera milagres. Ela diz respeito à convicção do cristão que aprendeu a confiar na bondade na providência de Deus. É a Fé que alenta o nosso ânimo diante das dificuldades, para enfrentá-las com calma e com segurança. É a Fé que anima o servo de Deus a crer que “ todas as coisas cooperam para o bem segundo o seu propósito “ ( Rm 8:28 ). Este tipo de Fé significa a disposição do homem de tomar para si as ricas promessas de Deus .

3. A Fé Comum não se evidencia pelo aspecto espetacular do Dom de Fé. É a Fé que confia na integridade de Deus e persuade p cristão a corresponder, sendo fiel ao seu Senhor. É comprovada especialmente pela submissão a Deus e pela prática das boas obras, ou pela obediência a Deus ( Lc 17:5-10 ; Tg 2:14-26 ) . Relaciona-se mais intimamente com caráter do homem em Cristo. Portanto, o conceito de Fé neste sentido é ser leal, digno de confiança. Certamente, pôr isso, nas versões mais corretas da Bíblia é denominada como parte do fruto do Espírito como “ Fidelidade “, que é precisamente a crença que constrange à fidelidade a Deus .


4. FÉ, Dom do Espírito Santo além da Fé natural e da Fé comum, há também a Fé que é Dom do Espírito Santo, e é o que vamos estudar em seguida. Em certo sentido, toda fé é Dom de Deus, assim como a nossa vida física também o é. Por outro lado, há, no entanto, a Fé que provem diretamente de Deus, Fé sobrenatural, que ultrapassa todas as concepções e criatividades humanas e se torna a fortaleza e a segurança da alma, pela qual considera as coisas que não são como se já existissem. Pode partir do nível natural, exceder os limites da Fé comum a todos os homens, tornar-se mais e mais poderosa, mediante as bênçãos recebidas como respostas às orações e chegar as culminâncias da definição bíblicas:...”( Hb 11:1 ). É desta Fé poderosa e dinâmica que a Igreja de Cristo está precisando tremendamente em nossos dias. A Fé que pode conduzir o povo de Deus à plena vitória contra os ataques diretos e as artimanhas de Satanás. A Fé que representa para Igreja de Deus a rocha em que se pode abrigar contra os dardos inflamados do maligno. A Fé que vence o poder das doenças e enfermidades e traz o crente ao domínio da divina saúde, espiritual e física. É a Fé que quebra os grilhões do desencorajamento e da derrota e conduz o Cristão em marcha vitoriosa a triunfante.


O Dom de Fé é a provisão divina pela qual são supridas, na hora oportuna, todas as nossas necessidades. É a Fé que pode abrir as portas das prisões, acalmar as tempestades do proceloso mar desta vida, dominar o poder das trevas e conduzir o crente através de uma vida de continua vitória, para triunfo do evangelho e para a Gloria de Deus. Algumas expressões do Senhor Jesus acerca da Fé revelam que o crente que realmente tem Fé em Deus adquiriu possibilidades ilimitadas : “ Respondeu Jesus: Se podes! Tudo é possível ao que crê” ( Mc 9:23 ) . Jesus expressamente conclamou os seus discípulos a esta Fé sem limites : “ Jesus lhes disse: Tende Fé em Deus “ ( Mc 11:22 ) . Esta expressão do Senhor Jesus significa aceitar as possibilidades que Deus apresenta aos seus filhos, e a base para esta Fé é a revelação que faz de si mesmo :
A) – como “ Deus clemente e misericordioso “ ( Jn 4:2 )

B) - como Deus todo- poderoso ( Ap 4:8 ; 15: 3 )

Portanto, é um Deus que quer e pode abençoar e não está sujeito a limitações. O Dom de Fé tem um vasto campo de utilidade, sendo lamentável que a Igreja não tenha alcançado a aproveitado os seus benefícios em proporções muito maiores. Como já foi dito, toda Fé é Dom de Deus concedido aos seus servos para todo e qualquer propósito da vida Cristã. Paulo recomenda que se faça tudo “ Segundo a medida da Fé que Deus repartiu a cada um “ ( Rm 12:3 ) .
Acontece, porém, que muitos se deixam influenciar pelas forças malignas e perdem a sua Fé. Há também os que não estão enraizados na Palavra de Deus, que dão ouvidos a falsos mestres e “ naufragam na Fé ( I Tm 1:19 ; 2:18 ). Jesus, certa vez reprovou os seus discípulos, pôr não usarem a Fé que já haviam manifestado em outras ocasiões. Quando medrosos, em meio à tempestade que sobre veio no mar, Jesus lhes disse:” Por que sois tímidos, homens de pequena Fé( Mt 8:26 ). Por estas palavras de Jesus e outras que vamos estudar, veremos que a Fé tem dimensões indefinidas e caráter progressivo, conforme segue .

Fé Pequena : Certamente foi pôr uma Fé muito superior à minha que Pedro atendeu ao chamado de Jesus e andou sobre as águas agitadas no mar da Galiléia; “ reparando, porém, na força do vento, teve medo; e, começando a submergir, gritou ; Salva-me , Senhor! E, prontamente, Jesus estendendo a mão, tomou-o e lhe disse : Homem de pequena fé, pôr que duvidaste ? ( Mt 14: 28- 31 ) . Fé pequena significa, portanto, falta de confiança na Palavra do Senhor.
Fé Crescente: “ Irmãos, cumpri-nos dar sempre graças a Deus no tocante a vós outro, como é justo, pois a vossa Fé cresce sobremaneira“ (2Ts 1:3). O crescimento da Fé é assunto que interessa estudar. A bíblia nos revela três meios pêlos quais a Fé cresce . 1. Pelo Ouvir a Palavra de Deus. “De sorte que a Fé é pelo ouvir, e o ouvir pela Palavra de Deus “ ( Rm 10: 17 ). Diz que Jorge Müller orava para que Deus lhe acrescentasse a Fé, mas ao atentar para este texto de Romanos –“ a Fé vem pelo ouvir a Palavra de Deus “,apercebeu-se de que estava orando erradamente, pois lia muito pouco a Palavra de Deus. Ele escreveu: “O Senhor me ajudou a abandonar os comentários e a usar a simples leitura da Palavra de Deus com meditação” . Foi então que a sua Fé cresceu maravilhosamente, levando-o às grandes conquistas que assinalaram o seu prolongado e fecundo Ministério. Em resposta a muitos que queriam saber como o crente pode adquirir tão grande Fé, deu as seguintes regras:

a) Ler a Bíblia e meditar nela, Chega-se a conhecer a Deus pôr meio da oração e meditação na sua Palavra.

b) Procurar manter um coração integro e uma boa consciência .

c) Se desejamos que a nossa Fé cresça, não devemos evitar aquilo que a prove e pôr meio de que ela seja fortalecida. Ainda mais um ponto: “ Para que a nossa Fé se fortaleça, é necessário que deixemos Deus agir pôr nós ao chegar a hora da provação, e não procurar a nossa própria libertação. Se o crente deseja uma grande Fé, deve dar tempo para Deus trabalhar” . ( Orlando Boyer , Heróis da Fé ).

2. Pela Oração do Espírito Santo. “ Vos, porém, amados, edificando-vos na vossa Fé santíssima, orando no Espírito Santo...” ( Jd v.20 ). “ Não sabemos orar como convém, mas o mesmo Espírito intercede pôr nós sobremaneira com gemidos inexprimíveis ( Rm 8:26 ) . Na oração no Espírito não pode haver dúvida, pois o Espírito Santo, que conhece as profundezas de Deus, desvenda ao crente as riquezas da graça, das provisões e das infinitas possibilidades Divinas, levando-o a ao clamar semelhantemente ao apóstolo:” Ó profundidade da riqueza, tanto da Sabedoria como do conhecimento de Deus “ ( Rm 11:33 ) .Não resta dúvida que a oração no Espírito Santo é realmente a oração da Fé, pois a Fé sobrenatural é um Dom especial do Espírito Santo. A oração no Espírito Santo é o meio eficaz de intimidade com Deus, e essa intimidade, pôr sua vez, é o ambiente verdadeiramente apropriado para a Fé sobrenatural.

3. Obediência, submissão e Prontidão em Servir ao Senhor. “ então disseram os apóstolos ao Senhor: Aumenta-nos a Fé ! Respondeu-lhes o Senhor: Se tiverdes Fé como um grão de mostarda, direis a esta amoreira: Arranca-te e transplanta-te no mar; e ela vos obedecerá “ . As palavras de Jesus, até aqui, apenas indicam o poder da Fé, mas não correspondem ao pedido dos discípulos. A lição, porém, veio em seguida: “ Qual de vós, tendo um servo ocupado na lavoura ou em guardar o gado, lhe dirá quando ele voltar do campo: Vem já e põe-te à mesa? E que antes não lhe diga: Prepara-me a ceia, e cingi-te, e serve-me, enquanto eu como e bebo; depois comerás tu e beberás” ( Lc 17:5-8 ). Foi a resposta de Jesus ao pedido dos discípulos. A lição é esta: sem obediência, submissão e prontidão de servos a nossa Fé não poderá crescer. A Fé não cresce paralelo com a obediência e a insubmissão, pois Fé também se define pôr abandono de si mesmo a Deus para seguir as suas instruções e seus ensinos, se colocado debaixo de sua proteção.Já estudamos que a Fé tem dimensões indefinidas e caráter progressivo, como também já analisamos os meios pelos quais a Fé cresce. Nas linhas adiante, veremos outro estágio da Fé, obedecendo à ordem do estudo anterior.

FéGrande : “Disse Jesus: Ó mulher, grande é tua fé “ .Mateus narra com lindos detalhes o incidente que levou Jesus a proferir a sentença acima, a respeito da mulher Cananéia ( Mt 15:21-28 ).Chamamos a atenção do leitor, para alguns aspectos visíveis desta Grande Fé. Vejamos alguns pontos.

I. Ela veio a Jesus – É negativa e inexistente a Fé que não aproxima a pessoa de Deus. A sua desprezível posição de gentia constituía um fato desencorajador, mas ela possuía Fé, e é pela Fé que o pecador indigno se aproxima de Jesus, para ser socorrido ( Hb 4:15,16; 10:21-22 ) .
II. Adorou-o – Alguém pode invocar o nome de Jesus sem Fé, mas sem Fé ninguém o adora de modo aceitável (Jo 4:23).
III. Orou – “ Senhor, socorre-me ! Sua filha estava miseravelmente endemoniada. Sem Fé, não reagiria em situação tão desesperadora. Ela demonstrou a Fé que não se conforma com a derrota.
IV. Foi Perseverante – A despeito do aparente desinteresse de Jesus pôr ela, perseverou em clamar:” Senhor, filho de Davi, tem compaixão de min” . Nem assim Jesus atendeu ao seu pedido, pois, como Filho de Davi ou como líder político, não poderia libertar a filha dela. Na sua perseverança, porém, o adorou, dizendo: Senhor socorre-me ! Uma grande Fé não vê em Jesus apenas um grande homem, mas o Senhor dos Senhores.
V. Revelou Humildade – Ao pedido insistente da mulher, Jesus respondeu: “Não é bom tomar o pão dos filhos e lança-los aos cachorrinhos” . Esta parece Ter sido a ocasião em que o Senhor Jesus se mostrou menos compadecido, mas a mulher humildemente replicou: “ sim Senhor, porém os cachorrinhos comem das migalhas que caem da mesa dos seus donos” . Uma grande Fé produz frutos abundantes. A todas essas excelentes qualidades, Jesus aplaudiu, dizendo:” Ó mulher, grande é tua Fé ! Faça-se contigo como queres “ .

Fé sem Dimensões Definidas: “ Afirmo-vos que nem mesmo em Israel achei Fé como esta “ ( Lc 7:9 ). O Senhor Jesus ficou maravilhado a satisfeito com a Fé revelada pelo centurião, a ainda surpreso pelo fato de ser ele gentio, pois demonstrou o tipo de Fé que honra a Cristo e consiste em confiar no poder de sua palavra “ Manda com uma Palavra, e meu rapaz será curado ( Lc 7:7 ) . Esta forma de orar tem apoio nesta Escritura: “Enviou-lhes a sua Palavra e os sarou” ( Sl 107:20 ) . E foi que aconteceu: “ Voltando para casa os que foram enviados, encontraram curado o servo ( V. 10 ) . Jesus estava cercado daqueles que tinha visto muitos exemplos de Fé, muitas maravilhas operadas com a presença do Mestre, e ele tinha aqui a oportunidade de testemunhar a extraordinária Fé do centurião romano, que julgava desnecessária a presença de Jesus para a cura do seu servo enfermo. A Palavra do Senhor é o verdadeiro fundamento da Fé, e a Fé na Palavra de Deus é a Fé fundamental.“Afirmo-vos que nem mesmo em Israel encontrei Fé como esta” .

A Fé evidenciada pelo centurião deve Ter causado vergonha aos discípulos de Jesus . E a nós hoje ? Ele pediu crendo, e foi isto que Jesus ensinou: “ Por isto vos digo que tudo quanto em oração pedirdes, CREDE que recebereis, e será assim convosco” ( Mc 11:24 ) . A verdadeira Fé, que é o Dom do Espírito Santo, tem posição definida. Não basta crermos que Deus responderá à nossa oração e, algum tempo, pois isto seria colocar a operação de Deus em futuro distante, como quem apenas tem alguma esperança, ao invés de Fé .A Fé sem dimensões é a confiança na Palavra de Deus, que afirma: “ E, se sabemos que ele nos ouve quanto ao que lhe pedimos, estamos certos de que obtemos os pedidos que lhe temos feito” ( 1Jo 5:14-15 ). “ Fé é certeza de coisas que se esperam” . A verdadeira Fé deve ser mais do que o desejo de receber o que necessitamos; deve ser Fé nas promessas de Deus. Fé é crermos que é a vontade de Deus responder à nossa oração, e se realmente crermos, disso estamos seguros. Quando cremos, mesmo não havendo ainda recebido, já podemos agradecer a Deus. Já antevemos a vitória, e se podemos honestamente agradecer a Deus de coração, certos de que ouviu a nossa oração, estar seguro de que a nossa Fé foi suficiente para mover a operação de Deus, em nosso favor. Ai já não deve haver lugar para a inquietação e ansiedade. É bem neste sentido o ensinamento Bíblico: “ Não andeis ansiosos de coisa alguma; em tudo, porém, sejam conhecidas diante de Deus as vossas petições, pela oração e pela súplica, com ações de graça” ( Fp 4:6 ) .

Fé Vitoriosa: Os apóstolos propriamente reconheceram a fraqueza e a deficiência de sua Fé e sentiram necessidade de uma Fé mais robusta. É justo desejarmos ardentemente o crescimento de nossa Fé, não apenas para a realização de milagres espetaculares, capazes de atrair a admiração de alguém pôr nós, mas também quanto ao cumprimento dos deveres para com Deus e os homens.Nesta parte, estudaremos duas lições que se relacionam com um mesmo assunto, de fundamental importância doutrinária. Jesus amaldiçoou a figueira sem fruto, e os discípulos na da viram acontecer, mas passando pela manhã, viram que a figueira secara desde a raiz. Então Pedro, lembrando-se, falou: Mestre, eis que a figueira que amaldiçoaste, secou.

Ao que Jesus lhes disse: Tende Fé em Deus; porque em verdade vos digo que se aluem disser a este monte ergue-te e lança-te no mar, e não duvidar no seu coração, mas crer que se fará o que diz, assim será com ele . Por isso vos digo que tudo quanto pedirdes em oração, crede recebestes, e será assim convosco. E, quando estiverdes orando, se tendes alguma coisa contra teu irmão, perdoai, para que vosso Pai Celestial vos perdoe as vossas ofensas. Mas se não perdoardes, também vosso Pai celestial não vos perdoará as vossas ofensas” ( Mc 11:20-26 ) .
Passemos agora ao texto de Lucas. “ Acautelai-vos. Se teu irmão pecar contra ti, repreende-o; se ele se arrepender, perdoa-lhe. Se por sete vezes no dia pecar contra ti, e sete vezes vier Ter contigo, dizendo: Estou arrependido, perdoa-lhe. Então disseram os apóstolos ao Senhor: Aumenta-nos a Fé. Respondeu o Senhor: Se tiverdes Fé como um grão de mostarda, direis a esta amoreira: Arranca-te e transplanta-te no mar e ela vos obedecerá” ( Lc 17:3-6 ). Não vamos negar que o ensino do Mestre nestes textos tenha sentido literal, pois Jesus disse: “ Tudo é possível ao que crer ” .
Quando porém, ao transporte do monte e o transplante da amoreira da terra para o mar, chamamos a atenção do leitor para dois fatos :

A) – Não existem nas Escrituras exemplos de tais milagres operados pelos profetas e n em mesmos pelo Senhor Jesus, como também não parece haver tanto proveito que isto seja feito.

B) – Tanto no transporte do monte, referido pôr Marcos, quanto no transplante da amoreira, registrado pôr Lucas, o ensino do Senhor está relacionado com o perdão. Após falar do transporte do monte para o mar, Jesus recomendou:” E quando estiverdes orando, se tendes coisas contra alguém, perdoai, para que vosso Pai Celestial perdoe as vossas ofensas “ ( Mc 11:25 ) . Daí a interpretação de que o Senhor Jesus, em termos figurado, ensinava o milagre da Fé que remove montes de culpas e pecados e os atira no profundo mar do seu perdão e esquecimento, da purificação pela Fé ( Mq 7:18-19 At 15:9 ). Entende-se, também, que Jesus quis ensinar aos seus discípulos de todos os tempos que aquele que não perdoa tem negado um importante aspecto da verdadeira Fé e é semelhante à figueira que só tem folhas ( Mc 11:12-14 e 20:22 ) .
Quem não perdoa não recebe o perdão de Deus e não recebe a graça para produzir frutos. Foi logo após a narração dos versículos acima que Jesus disse : “ Tende Fé em Deus “ , referiu-se ao Perdão . A referencia ao transplante da amoreira da terra para o mar também é seguida do ensinamento sobre o perdão. “ Se teu irmão pecar contra ti, repreende-o; se ele se arrepender, perdoa-lhe. Se por sete no dia pecar contra ti, e sete vezes vier Ter contigo, dizendo: estou arrependido, perdoa-lhe” . Foi este ensinamento que despertou os apóstolos a pedir ao Senhor : “ Aumenta-nos a Fé “ . Era como se dissessem : “ Aumenta-nos a Fé, senão nunca seremos capazes de cumprir deveres tão difíceis “ .Notemos também que o Divino Mestre fez menção da Fé como grão de mostarda, a mesma semente com que comparou o reino de Deus, “ a menor da todas as Sementes e, crescida é maior do que as hortaliças...” ( Mt 13:31-32 ) .
A Fé na misericórdia de Deus para perdoar nos habilitará a vencer toda e qualquer dificuldade em perdoar nossos irmão, como constrangidos pelo perdão que de Deus recebemos . Nesta lição Jesus assegura as discípulos a maravilhosa eficácia da verdadeira Fé, em seus efeitos introspectivos : “ Se tiverdes Fé como um Grão de mostarda { Pequena, mas viva e tão pungente, tão excitante; fé capaz de produzir e influenciar todas as demais virtudes, nada vos será difícil fazer, para ajudar vossos irmão, a glorificar a Deus } . Só a Fé, canal da graça divina para o coração do humano , faz isto, pois para muitas pessoas, perdoar injurias ou repetidas ofensas é tão difícil quanto transplantar uma figueira da terra para o mar ! A isto se aplicam as palavras : “ Sem Fé é impossível agradar a Deus “ (Hb 11:6). Nosso estudo não comporta um comentário mais detalhado sobre todos os apertos da Fé. O que expusemos tem pôr fim mostrar os diferentes estágios da Fé e demonstrar que este Dom do Espírito, como todos os demais, é passível de progresso e aprimoramento .O Dom da Fé habilita o crente a aceitar com realidade todas as promessas de Deus e agir na certeza plena de que Deus vai cumpri sua Palavra. A Fé é poder que domina a força do inimigo, e liberta a todos os oprimidos do diabo. A Fé que assegura lugar nos domínios do poder sarador de Deus .Parece indiscutível que foi a este tipo de Fé que Jesus se referiu, ao dizer : “ Tende Fé em Deus “ ( Mc 11:22 ). Uma porção desta Fé divina, que de fato é um Dom Espírito derramado sobre a alma do homem crente, pode fazer até mesmo aparentemente impossível. Eis o Dom de FÉ. Não o confunda-os, pois com a “ FÉ Comum “ , que se manifesta pra salvação, logo que ouvimos a Palavra de Deus ( Rm 10:17 ) .
“Ora, a Fé é o firme fundamento das coisas que se esperam e a prova das coisas que se não vêem “. ( Hb 11:1 )

Um comentário:

  1. Precisando de uma mensagem de consolo, então acesse o nosso site, e assista nossas mensagens, Sempre Deus tem uma mensagem para você nas horas dificeis

    http://www.assembleiabelem.br22.com/

    ResponderExcluir